MEMÓRIA: Como está a sua?

11

Sentiu que sua memória ficou comprometida na pandemia? Tudo indica que você não esteja sozinho, há várias pesquisas em andamento sobre esse tema. 

A memória tem aspectos importantes para evolução das espécie e traz vários benefícios tais como:

  • Economia de tempo e energia – aprende-se uma vez e se aprimora várias;
  • Evolução/inovação – conexão nova de informações já armazenadas;
  • Proteção – conhecer os perigos e se prevenir;
  • Fonte de prazer –  nostalgia que resgata as emoções agradáveis vividas

Se a memória tem esse papel importante, porque em um momento tão essencial, como a pandemia, ela tem “falhado “?  Por enquanto, as pesquisas específicas sobre o período atual estão em andamento, mas estudos anteriores, auxiliam a levantar hipótese e adotar ações. 

Entendendo o mecanismo da memória:

Para todo esse processo acontecer, são utilizados dispositivos neurobiológicos e de interação social. E é nessa produção que, possivelmente, os estressores da pandemia atuam e impactam na memória. 

A ansiedade, o distanciamento social, depressão, a falta de fontes de prazer, o excesso de informações dificultam a concentração e toda a cadeia da memória.

O acúmulo de informações, metaforicamente, é como se fosse um cesto cheio de peças diferentes e pouco tempo para analisar todas. São as várias abas abertas no computador, e-mail, mensagens no WhatsApp, Messenger e demais redes sociais. É atividade profissional e a criança solicitando apoio simultaneamente. Parece um carro arrancando e freando constantemente, desgastando o motor, consumindo combustível, andando pouco ou deslocando muito sem perceber e apreciar o percurso. Vê-se tudo, mas de forma superficial, com poucas ou frágeis conexões para auxiliar na recuperação depois. 

Resgatar informações, depende da qualidade de sua captação (quanto mais estratégias mnemônicas/associações), mas fácil armazenar e lembrar.

Aqui vão algumas dicas para auxiliar seu corpo a funcionar sistemicamente melhor e favorecer a memória: 

Alimentação Adequada. Fonte de antioxidantes e consulta com nutricionista para orientação nutricional;

 Atividade Física. Auxilia na circulação, oxigenação, produção de neurotransmissores, redução de ansiedade, estresse e depressão; 

Sono Reparador. Personalize sua higiene do sono, fazendo uma rotina relaxante antes de dormir;

Recompensa Social. Ver e compartilhar fotos antigas, um momento nostálgico lembrando de vivências agradáveis; 

Equilíbrio entre Virtual e Real: busque entretenimento concreto, como jogos de tabuleiro, pintura, costura, horta;

Estratégias Mnemônicas: explicar o que aprendeu, Técnica de Acrósticos e Acrônimos;  Palavras Chave Mnemônicas; Fisionomias Mnemônicas; Dividir para Memorizar e Numeração Mnemônica;

Rotina: monte uma lista física/visível das suas atividades do dia e assinale cada conclusão. Isso ajuda a manter o foco e se sentir produtivo, importante e eficiente;

Atenção Plena: técnicas de meditação, concentração e relaxamento. 

Vitaminas: peça ao seu médico (pode ser até por tele medicina) exame de hemograma, vitaminas B e D.

Caso a dificuldade com a memória continue e ela gere prejuízo a sua vida, procure um especialista. 

As lembranças serão constantes companhias. Desejo que construa as melhores memórias de sua vida!